Quinta-feira, 28 de Abril de 2005
A pedra
Era um pedra pequenina
Que mal se via ou sentia
Esquecida na [sua] rotina
E em tudo o que existia

De acanhada dimensão
Estava lá [ninguém negava]
Sem hora nem pretensão
Apenas a curiosidade legava

E de tal tamanho exíguo
Se acabou por ignorar
O tempo a [em] si contíguo
Até o espaço [se] minorar

E de pequena se fez adulta
A pedra [quase grão parecia]
E depressa cresceu ulta
Alargando forma que merecia

[Porque há alturas em que crescemos por dentro...]
publicado por ridufa às 22:22
link do post | comentar | favorito
|
24 comentários:
De ridufa a 4 de Maio de 2005 às 08:03
AlmaAzil: E não somos todos pedras? Limadas pela vida, atiradas pela sorte ? ;) Bjs
De AlmaAzul a 4 de Maio de 2005 às 01:49
...assim, também quero ser pedra. *
De ridufa a 3 de Maio de 2005 às 15:39
o5elemento: Pedras lançadas ao vento com o sonho de querer voar ;) Bjs
De o5elemento a 3 de Maio de 2005 às 15:05
{ ... em tuas pedras [] e palavras de veludo [me pédro] desejo e desnudo © biquinha ... }
De ridufa a 1 de Maio de 2005 às 19:32
Humberto: Apreciando a "pedra" pela sua forma, consistência e propriedades... só assim ela cresce, desenvolve, aprende... com o meio que a envolve ;) Bjs
De ridufa a 1 de Maio de 2005 às 19:28
Daniel Aladiah: Um trocadilho bem verdadeiro ;) Bjs
De ridufa a 1 de Maio de 2005 às 19:27
zezinho: E continuaremos sempre a crescer... até morrer ;) Bjs
De ridufa a 1 de Maio de 2005 às 19:26
sandra: Obrigada pelo apoio... é bom pensarmos que as pedras também crescem... também se desenvolvem, mesmo sabendo que se trata de algo aparentemente estático e inactivo. Também as pessoas que nos parecem "paradas" crescem e aprendem ;) Bjs
De ridufa a 1 de Maio de 2005 às 19:23
Patrícis: Sempre... porque crescemos sempre que aprendermos... e é impossível viver sem nada aprender ;) Bjs
De ridufa a 1 de Maio de 2005 às 19:23
António: Infelizmente é assim que mais se aprende - com a dor... pois aí se sente na pele a aprendizagem... que nos marca e ensina ;) Bjs

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds