Terça-feira, 29 de Março de 2005
Anda, vem, corre...
Anda, que se faz tarde
Já não és criança-adulta
Nem de natureza inculta
Anda, antes da sobretarde

Vem, que já te espero
Deixa-te de teimosias
Repleta de leves ironias
Vem, que já desespero

Corre, que ainda dá
Esquece então o passado
De desculpas endossado
Corre, que estou cá

Ou então...

Deixa, fica para depois
Que o tempo não perdoa
Aqueles a quem magoa
Deixa... pois...
publicado por ridufa às 18:53
link do post | comentar | favorito
|
22 comentários:
De ridufa a 31 de Março de 2005 às 22:27
testing: Obrigada ;) bjs
De testing a 31 de Março de 2005 às 22:13
está bonito
De ridufa a 30 de Março de 2005 às 20:17
dhmpr: Também gosto muito dessa música, embora não tenham pensado nela quando escrevi estes versos. ;) Mas foi uma boa associação ;) Bjs
De dhmpr a 30 de Março de 2005 às 19:42
Este teu poema fez-me recordar esta melodia dos Madredeus :)

http://dhmpr.blogspot.com/2005/03/vem.html (http://dhmpr.blogspot.com/2005/03/vem.html)

Está muito bonito, muito mesmo. Gostei!! :)
De ridufa a 30 de Março de 2005 às 13:05
analfabruto: Obrigada ;) Bjs
De analfabruto a 30 de Março de 2005 às 12:22
Se me pedissem para explicar este poema não era capaz de falar de um único verso. Mas estou com a sensação que o percebi todo, letra por letra. Está muito bem feito.
De ridufa a 30 de Março de 2005 às 11:19
Betty: Para bem ou para o mal ;) Bjs
De Betty a 30 de Março de 2005 às 10:51
O tempo tudo cura. Beijos :)
De ridufa a 30 de Março de 2005 às 09:42
António: Porque é muita a ansiedade, que não conta com a idade, de obter a felicidade, sem qualquer contrariedade ;) Bjs
De Antnio a 30 de Março de 2005 às 09:12
Não deixes.../não esperes/ que o amanhã é incerto/ um talvez aconteça.../não esperes...para amanhã/ vem já/ vem agora/ estou à tua espera. bj.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds