Quinta-feira, 10 de Março de 2005
Na palma da mão
Cabe o mundo na palma da mão,
Mas não dá a mão a palma ao mundo
[...]
E no fim o que sobra?
publicado por ridufa às 08:11
link do post | comentar | favorito
|
22 comentários:
De ridufa a 11 de Março de 2005 às 21:55
Miguel: Obrigada uma vez mais pelo apoio que me dás, com a força transmitida pelas tuas palavras. Penso que os versos pequenos fazem sobressair a mensagem que realmente é importante passar... tal como tu, acabo por extrair deles uma acção muito mais reflexiva do que se fossem maiores [teria tendência para dispersar a minha atenção] ;) Grata pela visita. Bom fim de semana e beijinhos.
De Miguel a 11 de Março de 2005 às 20:30
O que sobra?? É irrelevante, não seja este um decadente, decadente mundo em todos os aspectos. O que verdadeiramente sobra/resta são estes teus três versos e, essencialmente, o significado que eles representam (para além de toda a conotação poética que subsiste neles).
"E no fim o que sobra?" Pertinente questão, existencial questão.. Resposta: Virtualmente inconclusiva!.

.
.
.
Parabéns uma vez mais Ridufa. Identifico-me muito com ideias/versos curtos, intencionais e críticos.
.
.
Bom fim de semana para ti.
De ridufa a 11 de Março de 2005 às 13:38
b: Obrigada ;) Bjs
De b a 11 de Março de 2005 às 13:29
Muito giro! Dá que pensar.
De ridufa a 11 de Março de 2005 às 11:47
Carriço: Cabe-nos o poder de o tornar mais habitável ;) Bjs
De Carrio a 11 de Março de 2005 às 11:29
Dá um Mundo à deriva... como muitas vezes o sentimos! :(
Saudações
De ridufa a 11 de Março de 2005 às 11:04
analfabruto: Muito há ainda a fazer... ;) Bjs
De analfabruto a 11 de Março de 2005 às 10:29
ninguém ninguém quer dizer...há sempre Jesus Cristo, não foi na palma da mão (deverá ter sido nos pulsos...) mas ainda foi pelo mundo...
De ridufa a 11 de Março de 2005 às 07:21
jneves: E vivendo no mundo real pensando ser fantasia, criando novos limites, novas fronteiras à imaginação... mesmo assim... continuamos a dar a palma ao mundo, para o ter na palma da mão ;) Bjs
De jneves a 10 de Março de 2005 às 21:48
Sobra brincar com o mundo, rodeando-o, percorrendo-o, apreciando-o nas suas mudanças, agruras e pequenas felicidades que nos provoca. Sobra viver, que é tudo o que nos sobra de um momento...

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds