Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2005
Amarro o coração à alma
Amarro o coração à alma
Só por si não se sustentam
Sentem na companhia calma
Impassível o que aparentam
Mostram nas mãos a palma
Sem saber que as orientam
E são tudo... e são vivalma...
Momentos de nada acalentam
Procurando a paz-de-alma
Reflectem luz que apresentam
E será assim sempre... sempre...
publicado por ridufa às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
20 comentários:
De ridufa a 4 de Fevereiro de 2005 às 18:46
de[mente]: Amarraste o coração à alma pelas tuas palavras... obrigada pelo elogio e apoio constante ;) Bjs
De de[mente] a 4 de Fevereiro de 2005 às 18:27
{ ...
de tuas palavras [sucos] me viciam …
de tuas palavras [sumo] me assentam …
de tuas palavras [essência] me encantam …
de tuas palavras [seiva] me entendo …
de tuas palavras [ópio] me dependo …
© de[mente]
... } beijos* }
De ridufa a 3 de Fevereiro de 2005 às 07:11
Miss Kafka: "Amarrados" é uma força de expressão... não precisam de estar atados fisicamente, só em conformidade na forma de sentir ;) Bjs
De ridufa a 3 de Fevereiro de 2005 às 07:08
analfabruto: Em tempos [que já lá vão] os brutos mais brutos que o analfabruto eram considerados os melhores por ser como eram, descorando a alma que tanto trabalho precisava quanto o corpo ;) Bjs
De ridufa a 3 de Fevereiro de 2005 às 07:04
Ana: Em teoria seria um só... infelizmente na práica não é isso que vemos acontecer ;) Obrigada pelo apoio. Bjs
De Miss Kakfa a 3 de Fevereiro de 2005 às 01:42
Precisarão mesmo de ser amarrados um ao outro?...
De analfabruto a 3 de Fevereiro de 2005 às 01:23
em tempos, uns brutos mais brutos que o analfabruto, tentaram tirar-nos a alma e entregar o coração ao músculo. O analfabruto apoia esta campanha: amarre-se o coração à alma! Já!
De Ana a 2 de Fevereiro de 2005 às 20:10
Não serão o coração, a alma e a cabeça, uma e a mesma coisa?*

Cada vez gosto mais de te ler. É sempre um prazer.
De ridufa a 2 de Fevereiro de 2005 às 18:48
António: Entendo da mesma forma como sei que o coração e a alma são um só... e que vivem para além de nós... nem que seja em palavras lançadas ao vento ;) bjs
De Antnio a 2 de Fevereiro de 2005 às 18:33
A minha alma está em tudo o que escrevo. Agora EU... Eu sou a minha alma. Dei-lhe o comando desta vida. O corpo que para muitos sou eu é apenas uma "habitação" temporária. Mas isto tu entendes bem. Não é verdade? Bj grande.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds