Terça-feira, 18 de Janeiro de 2005
Jogos de mel e fel
Inspiro pesadelos de mel
Criados nos cardos nascidos
...Sem culpa, sem história...
Algures, já me falha memória
Ensinados de lições aprendidos
Se convertem em sonhos de fel
publicado por ridufa às 12:21
link do post | comentar | favorito
|
32 comentários:
De ridufa a 22 de Janeiro de 2005 às 09:59
Miguel: Obrigada ;) Bjs
De Miguel a 21 de Janeiro de 2005 às 23:07
Estes teus "Jogos de mel e fel" lembra-me o filme "Lua de mel, lua de fel" com Peter Coyote. Muito bom tanto o filme como o poema
De ridufa a 19 de Janeiro de 2005 às 16:39
c.eu.genio2: Recebi o teu mail (cinco versões), obrigada ;) E não é a vida cheia de trocadilhos ;) bjs
De ridufa a 19 de Janeiro de 2005 às 16:37
[Aroma de Ti]: :) Interpretação curiosa... o que te levou a pensar que existiria uma terceira pessoa? [na resposta ao teu primeiro comentário não havia nenhuma indicação... até porque não existe] ;) Bjs
De c.eu.genio2 a 19 de Janeiro de 2005 às 16:11
Ridufa - o trocadilho entre sonhos de fel e pesadelos de mel dá uma sugestiva e forte imagem ao poema. Mandei-te e-mail (2) de resposta ao teu, mas creio k n/ seguiu. Assim fica aqui o meu claro Ok e o agradecimento pela gentileza de me informares. Cuida-te. Fica bem. :D
De [Aroma de Ti] a 19 de Janeiro de 2005 às 15:41
Tanto delicodoce só pode vir a ter um final feliz. Desejo-te [vos] - ou a quem mais seja - um desfecho célere e fervorosamente feliz. Ah, e... se te sobrar algum mel, manda-o para mim, que os dias a pão e água (é só trabalho, irra!)já enjoam um bocadito. Be!j*s
De ridufa a 19 de Janeiro de 2005 às 13:29
sandra: E ainda bem que assim é... :) Bjs
De sandra a 19 de Janeiro de 2005 às 13:23
Pois é... a vida é feita de coisas boas e coisas más, só há que viver com isso... e o nosso papel no palco da vida terá sempre momentos de mel e de fel, momentos de encontro e de despedida! E é assim a vida! Beijinhos e visita-me!
De ridufa a 19 de Janeiro de 2005 às 12:12
Carriço: Obrigada pela força que também trazes nos teus comentários ;) Jogos de palavras que não deixam de retratar a realidade como eu a vejo ;) Bjs
De Carrio a 19 de Janeiro de 2005 às 12:07
A tentação seria chamar aos pesadelos de mel, sonhos e aos sonhos de fel, pesadelos!
Mas é nestes jogos de palavras que o poema ganha força. Força que não falta neste cantinho!

Saudações

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds