Quarta-feira, 24 de Novembro de 2004
Remar contra [a] corrente
Perdida pelo feito
Por dever ou direito
Prazos que a vida tolha
Permanentes em atreito

[Numa onda de "P's" que têm o seu peso
Sem pensar que o maior ónus não se vê...
Apenas se sente...]

[... E ressente...]
publicado por ridufa às 15:10
link do post | comentar | favorito
|
16 comentários:
De ridufa a 27 de Novembro de 2004 às 02:52
exactu: Frases desorientadas que em verso escritas ganham novos horizontes ;) Bjs
De exactu a 26 de Novembro de 2004 às 22:42
{ ... “nem sempre a alma tem força de corrente” © exactu - mas felizmente que existem frases [a segurar] [como as tuas] sempre [a orientar] © exactu ... }{ beijos* }
De ridufa a 25 de Novembro de 2004 às 11:19
Carlos Tavares: Então sê presente e fica presente ;) Bjs
De Carlos Tavares a 25 de Novembro de 2004 às 10:24
Estou Presente (olha mais um P...)! :-))
De ridufa a 25 de Novembro de 2004 às 00:34
Maria Branco: Dá-se mais valor às coisas quando se luta por elas... ;) bjs
De ridufa a 25 de Novembro de 2004 às 00:32
Carlos: Porque parar é morrer e nem para isso há tempo... que continues sempre a remar, seja contra ou a favor da corrente ;) Bjs
De Maria Branco a 24 de Novembro de 2004 às 20:44
A vida é assim mesmo, Ri, uma luta constante... Remar, remar... Mas o sabor de chegar lá... depois de tanta luta, é fantástico!! Um beijo enorme para ti!!!
De Carlos a 24 de Novembro de 2004 às 19:05
E sente e ressente e vai e vem, e luto contra a corrente remando sempre ;)
De ridufa a 24 de Novembro de 2004 às 17:04
b: Sem elas a vida perderia metade do seu interesse, por muito que nos custe admitir ;) Bjs
De b a 24 de Novembro de 2004 às 16:53
Não somos iguais e puxamos para o nosso lado. A vida é assim cheia de contrariedades.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds