Quarta-feira, 13 de Outubro de 2004
Recordação
Recordação
De alma cravada na mão
Em versos lábeis trovados
Ligados ao sonho e emoção
Momentos em tempos passados
A que não falta a inspiração

Recordação
De mão cravada na alma
Em trovas lábeis versejada
De emoção sonhada em ligação
Passada em tempos momentâneos
A inspiração que não tem falta

["Uma recordação é uma coisa boa, desde que não tenhas de revivê-la"
in Antes do Anoitecer - Before Sunset de Richard Linklater]
publicado por ridufa às 14:31
link do post | comentar | favorito
|
28 comentários:
De ridufa a 15 de Outubro de 2004 às 00:29
sancie: :) Bjs
De sancie a 14 de Outubro de 2004 às 23:25
ridufa: eu sei. :) Estava implícito. Beijos!:)
De ridufa a 14 de Outubro de 2004 às 22:31
Carlos: As palavras apenas ajudam a recordar as letras outrora escritas por alguém ;) bjs
De ridufa a 14 de Outubro de 2004 às 22:28
cisne_feio: Não amassemos nós as recordações que guardamos... e elas não estariam cravadas na alma eternamente ;) bjs
De ridufa a 14 de Outubro de 2004 às 22:20
Luis Melo: Porque a vida dá muitas voltas... e sabes isso melhor que ninguém... há que olhar em frente, aproveitar o que se aprende com as cabeçadas da vida, e nunca olhar para trás ;) bjs
De ridufa a 14 de Outubro de 2004 às 22:05
Tiegas: A vida é feita de boas e más recordações. Tento sempre tirar o melhor de ambas... As boas para lembrar com sorriso no rosto... As más para não as voltar a repetir ;) bjs
De ridufa a 14 de Outubro de 2004 às 22:03
sancie: Não há problema em recordar... apenas digo que recordar pode ser muito doloroso ;) bjs
De Carlos a 14 de Outubro de 2004 às 17:51
A recordação unida à inspiração, escrita em palavras que se sentem e que se vivem. Muito bem.

Beijos
De cisne_feio a 14 de Outubro de 2004 às 16:00
{ ...
recordação [*amar(-te)]
sinto-a em memória, presente |
neste acto, efeito de (te) recordar |
querido e certo (meu) lembrar |
de contigo querer e estar (te*) |
sempre viva nunca ausente |
recordação neste junto amar(-te) |
*a ti; contigo
© cisne_feio
... }
De Luis Melo a 14 de Outubro de 2004 às 15:02
As recordações não existem para serem vividas, já o foram anteriormente. Servem sim para aprendermos mais sobre quem somos -"Recordar o passado para melhor entender o presente na esperança de viver um futuro melhor".
Não sou muito a favor de "não voltar ao lugar onde já fui feliz ou vivi maus momentos" só porque isso me irá pôr numa situação em que estarei "De alma cravada na mão". Alguêm disse um dia que "recordar é viver". Por muito doloroso que uma recordação (boa ou má) possa ser, devemos enfrentá-la de cabeça erguida. Apenas desse modo poderemos evoluir como pessoas, tornando-nos mais fortes (o pior é ser capaz de fazer isso pois envolve emoções).
Chafurdar no passado é algo que todo o comum mortal faz, mesmo aquele que revela ser mais frio perante as situações - protegendo-se da dor inerente à própria vida. Já chafurdei muito no passado, confesso. Já revivi momentos do passado no presente. A vivência humana é cíclica, previsível. É por isso que recordamos. Em muitos momentos deparamo-nos em situações de "dejá vú".
Acima de tudo queremos ser felizes. Temos a inteligência para nos servir nesse intuito, mas é essa mesma inteligência que nos trái. Temos consciência do certo e errado e escolhemos o errado; por ser mais fácil, apetecível. As recordações são uma fonte de sabedoria, de aprendizagem ao serviço da razão, em última instância, ao nosso serviço. Tudo depende do que fazemos com essa ferramenta.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds