Segunda-feira, 6 de Setembro de 2004
Em sensações
Sede de vida vivida
Essa que se estranha
Só de emoções sorvida
De coração se entranha

Fome de amor sofrido
Esse que se deseja
Só de paixões sentido
Por um minuto que seja

Calor de desejo ardido
Esse que se (pres)sente
Só pelo gelo derretido
O da dúvida presente

Frio de amor negado
Esse que sempre evita
Só do fundo dragado
Em esperanças levita

Afecto de abraço amigo
Esse que nos é pedido
Só é da solidão inimigo
De tempo rés perdido
publicado por ridufa às 15:44
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De ridufa a 7 de Setembro de 2004 às 23:09
wearetwo: Foste sensações de sentimento ao peito... Foste de paixões e desamores desfeito... Foste de alma a nível perfeito... Foste de corpo e mente feito... [amor] ;) Bjs
De wearetwo a 7 de Setembro de 2004 às 21:55
Eu fui no meu destino
um rumo incerto...
Fui lágrila secada pelo vento...
Fui dor que se instalou
em peito aberto...
Fui pedra que rolou
no precipício
e só parou no tempo...
De ridufa a 7 de Setembro de 2004 às 16:12
o5elemento: E em sinais de amor que perdura, que uma lágrima não cura, agradeço-te imenso o mimo, com que me levantas o ânimo ;) Bjs
De o5elemento a 7 de Setembro de 2004 às 16:07
{ ... deixo-te um mimo: sinais de amor em pedra dura escolha que sossega*(unir) e que só tuas lágrimas fura*(ferir) © biquinha ... }
De ridufa a 7 de Setembro de 2004 às 13:27
Maria Branco: Amor que mesmo sofrido tem direito a existir... ;) Bjs. Bom dia para ti também.
De Maria Branco a 7 de Setembro de 2004 às 12:51
Amor que se sonha e recorda... Amor que se vive na solidão e na ausência... Belíssimo Ridufa! Tem um dia muito feliz!
De ridufa a 7 de Setembro de 2004 às 11:36
angeleyes: Penso que quem alguem dia amou, sabe o que é sofrer por amor... e todos os momentos se tornam preciosos, por mais fugazes que sejam... ;) Bjs. Boa semana para ti também.
De angeleyes a 7 de Setembro de 2004 às 11:33
começo a perder o jeito para comentar...lol

"Fome de amor sofrido esse que se deseja só de paixoes sentido por um minuto que seja"

simplesmente lindo... quem é que nunca sofreu por amor e desejava salvar todos os minutos que passava junto dele?

eh...enfim... jinhus e uma óptima semana :)
De ridufa a 7 de Setembro de 2004 às 11:24
Carlos: A poesia é recheada de sensações, se assim não fosse deixava de ser poesia... Agradeço as palavras simpáticas ;) Bjs
De Carlos a 7 de Setembro de 2004 às 11:22
A tua poesia toca em sensações e isso só pode ser do melhor que há para quem te lê. Tem uma boa semana. Beijos ;)

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds