Segunda-feira, 23 de Agosto de 2004
Sentidos sem sentido
Perco-me por entre sentidos
Nos sentidos sem sentido
Fico sentida sem sentir
O que o sentimento sente

E os sentidos de sentimentos
Que os sente mesmo sentidos
Mesmo sentidos não se sentem

Apenas se sente
Nos sentidos do sentir
O sentimento sentido
E sofrido...
publicado por ridufa às 20:28
link do post | comentar | favorito
|
22 comentários:
De ridufa a 28 de Agosto de 2004 às 00:21
o5elemento: É na confusão dos sentidos que vivemos a vida... que a sentimos sentida por sentimentos sentidos, mas nem sempre percebidos... e por isso sofridos ;) Bjs
De o5elemento a 27 de Agosto de 2004 às 23:21
{ ... depois de ler alguns comentários ( alguns sem sentido ou não sentidos ) chego à conclusão que são poucos, de sentido (compreenda-se entendido), os que realmente te sentiram. Por isso estou sentido ( e ainda mais se algum sentido perdi ou não percebi ), e sofrido tb ... }
De ridufa a 25 de Agosto de 2004 às 10:35
Maria Branco: ... E é tão bom perder os sentidos nos vários sentimentos sem sentido :) Bjs
De Maria Branco a 25 de Agosto de 2004 às 10:32
Sinto-me assim perdida por entre sentidos sem sentido...
De ridufa a 24 de Agosto de 2004 às 17:59
lique: Concordo. Não sei como ler sem ter os sentidos despertos... se não ler desta forma, fico com a sensação de que perdi algum sentido do que estava a ler ;) Bjs
De lique a 24 de Agosto de 2004 às 17:39
Gostei muito do teu poema. Os jogos de palavras adquirem sentido quando se lêem com o sentir bem desperto. Beijinhos
De ridufa a 24 de Agosto de 2004 às 16:07
morgan: Confuso como são os sentimentos... Se o sentir é confuso, porque não o haveria de ser um poema sobre os sentidos de sentir? ;) Bjs
De ridufa a 24 de Agosto de 2004 às 16:06
Carlos: Nada como sentir ;) Bjs
De morgan a 24 de Agosto de 2004 às 15:51
um poema com mt sentido mas com um sentimento difícil de sentir... ah... lol confuso mas bom na msm ***** visita-m
De Carlos a 24 de Agosto de 2004 às 15:41
Eu sinto que senti o que sentiste quando escreveste ao sentir que o sentimento é tudo o que nos sente sentindo-nos o sentido com ou sem sentido aparente, orientando-nos alegres contentes ou sofridos dementes.
Eu sinto, senti, tu sentes, beijo-te aqui *

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds