Quarta-feira, 21 de Setembro de 2005
Barco na água de papel
Papel em barco na água
Ideia perdida no mundo
Gesto formado de mágoa
É já sonho num segundo

...

[São] Janelas de realidade
[São] Portas encostadas
[São] Aos olhos da verdade
[São] Da mentira apartadas

...

Simplicidade do gesto
Perdida no imenso tropel
No acreditar que ainda presto
Na água em barco de papel
publicado por ridufa às 13:58
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De ridufa a 26 de Setembro de 2005 às 17:19
Daniel Aladiah: Salvamo-nos todos.. basta vontade ;) bjs
De ridufa a 26 de Setembro de 2005 às 17:18
Maria do Céu: É na simplicidade das coisas que flutuam barcos de papel... ;) Bjs
De ridufa a 26 de Setembro de 2005 às 17:17
Carlos Tavares: :) Para que todos possam ter o seu barco de papel... ;) Bjs
De Daniel Aladiah a 25 de Setembro de 2005 às 19:14
Querida Ridufa
Mesmo em barco de papel, podes salvar-te, basta acreditares em ti própria.
Um beijo
Daniel
De Maria do Cu a 24 de Setembro de 2005 às 19:08
Na simplicidade deste seu gesto, foi agradavel ler este post. Beijinhos.
De Carlos Tavares a 23 de Setembro de 2005 às 15:43
1 - Dobra a folha ao meio no sentido da largura.
2 - A seguir, marca o centro folha dobrando-a novamente.
3 - Abre e dobra as duas bordas em triângulo (onde a folha está unida).
4 - Agora, dobra cada uma das bases para cima. 5 - "Remata" os cantos, dobrando-os, de modo a prolongarem o triângulo, cada um para seu lado.
6 - "Abre" o triângulo e dobra-o, unindo as pontas: fica um quadrado.
7 - Em seguida, dobra para cima cada uma das "bases abertas".
8 - "Abre" de novo a dobragem, puxando os topos ao mesmo tempo para os lados.
9 - Ajeita o fundo, para se segurar em pé, e tens o teu barco pronto!
Bom fim de semana... :-)
De ridufa a 22 de Setembro de 2005 às 07:50
GNM: Obrigada pelo comentário tão simpático... as palavras têm o seu próprio ritmo... apenas as juntei ;) bjs
De ridufa a 22 de Setembro de 2005 às 07:48
PaperFlower: O gesto nunca finda, assim como o sonho em barco de papel na água... ;) Bjs
De ridufa a 22 de Setembro de 2005 às 07:47
Mestre: Obrigada pela visita e pelo[s] link[s]. Lá se vão soltando uns versinhos... ;) bjs
De GNM a 22 de Setembro de 2005 às 02:01
Para alem do conteúdo excelente, o teu poema tem muito ritmo, e torna-se saboroso de ler!

Continua a sorrir...

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds