Quinta-feira, 1 de Julho de 2004
Mágoas de uma vida

"O tempo não sabe nada, o tempo não tem razão
O tempo nunca existiu, o tempo é nossa invenção
Se abandonarmos as horas não nos sentimos sós
Meu amor, o tempo somos nós
(...)"



Eternamente tu - Jorge Palma




Mágoa de sentir
Mágoa de viver
Mágoa de sorrir
Mágoa de sofrer

Incompreensão de mágoa
Futilidades de mágoa
Vida de mágoa
Solidão de mágoa

Sentir a incompreensão
Viver futilidades
Sorrir à vida
Sofrer a solidão


Sons de paz, de tranquilidade
Fecho os olhos...
...Deixo-me adormecer
Ao som de um piano

"(...)
O meu tesouro és tu
Eternamente tu
Não há passos divergentes para quem se quer
Encontrar
(...)"



Eternamente tu - Jorge Palma

publicado por ridufa às 14:35
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De ridufa a 2 de Julho de 2004 às 13:32
Maria: "... o tempo somos nós"... recordações, vivências, sonhos ... "o tempo somos nós" ... ;) Bjs. Bom fim de semana
De oliveirinha a 2 de Julho de 2004 às 13:14


Deixou boas recordações lá isso deixou!;)
De Maria a 2 de Julho de 2004 às 12:24
O tempo cura, o tempo ensina, o tempo guarda... Simplesmente belo Ridufa!! Adorei! Beijinhos e bom fim de semana!
De ridufa a 2 de Julho de 2004 às 11:42
oliveirinha: Bem... espero que ao menos tenha deixado boas memórias... Bjs
De oliveirinha a 2 de Julho de 2004 às 11:24


Falei aqui do Saúde e fiquei a pensar acerca disso. É que o Sr. Tóino Silva, conhecido por saúde, teve um percurso de vida algo trágico e que mereçe respeito. A alcunha Saúde era utilizada, na aldeia da minha mãe, de uma forma depreciativa, e eu, como gosto de ter a consciência tranquila, fiquei a pensar nisto e como tal, a história deverá ser lida tendo o Sr. Toino Silva em vez do Saúde.
De ridufa a 1 de Julho de 2004 às 22:35
o5elemento: Obrigada pelo mimo. És um bom amigo ;) Bjs
De o5elemento a 1 de Julho de 2004 às 22:03
{ ... um mimo pra'ti: #6
de leve horizonte de vista no ar
abrange
imenso estender
perdido na frescura de te amar
de te tocar
de leve horizonte de vista no ar
tange
imenso sem conter
ligeiro ampliar de te abraçar
de te beijar
© biquinha ... }{ beijos* }
De ridufa a 1 de Julho de 2004 às 17:58
Betty: ... E o que não cura, ensina... Bjs
De ridufa a 1 de Julho de 2004 às 17:57
oliveirinha: Fico feliz por isso :) Bjs
De Betty a 1 de Julho de 2004 às 17:47
O tempo tudo cura...

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds