Sábado, 19 de Junho de 2004
O sol e a lua
Mais um poema do livro do passado ...

E o sol deixou a lua entrar
A noite começa a viver
E deixa o sol descansar
Amam-se sem saber.
Tocam-se ao amanhecer e ao entardecer
E apenas anseiam pelo próximo encontro.
Breves os instantes que passam juntos
Beijos longos de horas que são trocados
no instante da "troca".
O sol e a lua... eternos apaixonados!!!
As saudades durante a tarde
As invejosas das nuvens que tentam
(a todo o custo)
Encantar o sol e distraí-lo
O mar que os acolhe e que espalha a sua luz...
Sol e lua, como uma só
Parecem escuros (em forma de eclipse)
Mas é aí que brilham mais!!!
Que se encontram às escuras e ninguém vê:
O amor que sentem...
E vêem apenas escuridão!

31.10.1998

publicado por ridufa às 19:23
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De ridufa a 20 de Junho de 2004 às 14:41
Maria: Se pensarmos bem, o Homem e a Mulher são o Sol e a Lua em sentido figurado... pegando nas tuas palavras: " o seu amor é intenso e profundo" quando é verdadeiro, ainda que algumas vezes tenha de ser vivido à distância ;) Bjs. Bom domingo
De Maria a 20 de Junho de 2004 às 13:26
Apesar de serem breves os momentos em que se tocam, e amam, o seu amor, é intenso e profundo, amam-se na distancia... Lindissimo!! Desejo de um dia muito feliz!!
De ridufa a 20 de Junho de 2004 às 12:03
MWoman: As "nuvens" são todas as adversidades, não necessariamente rivais (mas também)... Nunca é tudo preto no branco, nunca é tudo tão claro... daí que as nuvens sejam a pimenta da vida ;) Bjs. Bom domingo
De MWoman a 20 de Junho de 2004 às 11:48
...há umas nuvens que teimam sempre em aparecer...o que também acaba por ser um desafio...beijos e votos de um bom Domingo.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Mundo (In)visível

. Improvisos do momento

. Achas que ninguém sente.....

. Achas que ninguém vê...

. Falha de comunicação

. Até um dia

. A cor do dia em que parti

. Alma nos montes

. Quando os olhos fecho

. Memórias

.arquivos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO
.subscrever feeds